Fortaleza tem onda de ataque incendiário a ônibus e prédios públicos

Fortaleza sofre uma onda de ataques a ônibus e locais públicos desde a madrugada desta sexta-feira (27). Oito ônibus foram alvos de ataques de incendiários. Quatro deles ocorreram durante a tarde, e outros três nesta noite. Um veículo também foi alvo em Horizonte, na Grande Fortaleza.
Criminosos também arremessaram artefatos explosivos contra agências dos Correios, bancos privados e um prédio da Prefeitura de Fortaleza. Não há feridos em nenhum dos casos, conforme a Secretaria de Segurança Pública.
Ainda na madrugada, um coquetel molotov foi arremessado no pátio do Detran e destruiu mais de 150 motocicletas. Os veículos faziam parte do lote de sucatas e estavam reservadas para leilão.
Um série de ataques simultâneos a quatro ônibus nos bairros Sapiranga e Alvorada, periferia de Fortaleza, ocorreu por volta das 16h. À noite, veículos foram incendiados no Bairro Bom Jardim, na Bela Vista e na Avenida Bernardo Manoel.

Resumo dos ataques
  • Oito ônibus destruídos em Fortaleza e Horizonte
  • Ataques ao transporte público nos bairros de Fortaleza Álvaro Weyne e Jacarecanga; as chamas foram controladas antes que destruíssem os veículos
  • Disparos de arma de fogo na agência dos Correios, no Bairro Jacarecanga; no prédio do Detran do Bairro São Gerardo; e na sede da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã, no Bairro Vila União
  • Coquetéis molotov foram arremessados na Regional IV, da Prefeitura de Fortaleza, no Bairro Serrinha; o fogo não se alastrou pelo prédio
  • Coquetel molotov arremessado contra uma agência bancária, no Carlito Pamplona
Não se sabe as causas e quem são os autores dos ataques aos veículos do transporte público de Fortaleza. Segundo o levantamento do Sindiônibus, os veículos foram incendiados por "criminosos residentes na região do Alvorada", periferia da capital cearense.
A Secretaria da Segurança Pública declarou que o policiamento ostensivo foi reforçado nas regiões atingidas pelos ataques. A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) investiga as motivações dos crimes.

Sem ônibus nas ruas
Passageiros relataram ao G1 ausência de ônibus circulando nas ruas de Fortaleza e nos terminais de ônibus. O G1 procurou o SIndiônibus para checar se há recolhimento dos veículos, mas não obteve resposta.
Na Sapiranga os ataques aconteceram na Travessa Euclídes Onófre de Souza e Avenida Evilásio Almeida Miranda. O Corpo de Bombeiros controlou as chamas logo após os crimes. Em um dos incêndios, as chamas atingiram a fiação elétrica. A recomendação é que a população não se aproxime dos pontos.
No Bairro Lagoa Redonda a ocorrência se deu na Avenida Maestro Lisboa, mas a população que estava próxima conseguiu apagar as chamas. O veículo foi removido em seguida do local. Em Horizonte, o incêndio aconteceu no Bairro Parque Estrela.

G1 CE
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget