Maia desiste de candidatura, e Centrão oficializa apoio a Alckmin

Os dirigentes dos partidos que compõem o Centrão, oficializaram apoio à pré-candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) na disputa pela Presidência da República.
Nesta quinta-feira (26), os partidos - DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade - se reuniram em um hotel em Brasília para chancelar o apoio à chapa do tucano. 
Rodrigo Maia (DEM-RJ), em carta, afirmou que "arquiva momentaneamente" sua pretensão presidencial, afirmando que será candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro, para tentar se reeleger e continuar no comando da Casa. 
Já o empresário Josué Alencar (PR-MG) permanece indeciso quanto a possibilidade de compor a chapa tucana, como vice de Alckmin. O grupo, no entanto, atua para convencê-lo a mudar de ideia, ao mesmo tempo que procura alternativas para uma espécie de plano B. Caso Josué não aceite compor a chapa, o vice deve sair dos quadros do PP, que é o maior partido do Centrão.
Maia afirmou que o DEM não pleiteia a vaga de vice caso o empresário mineiro desista de vez de ocupar o cargo.
O comandante do PR, Valdemar Costa Neto, tem estado presente em todas as discussões, participando ativamente para definir o apoio ao grupo de Alckmin. Os partidos estavam divididos entre o tucano e Ciro Gomes (PDT).
Dirigentes dos partidos que compõem o bloco fizeram breves discursos que declararam apoio a Alckmin e conclamaram a "união" como chave para a disputa de outubro.

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget