Prova para concurso público em Sobral tem questões sobre família de Ciro Gomes

Uma prova para o cargo de analista de políticas públicas sociais de Sobral, no Ceará, tem causado polêmica no reduto político da família de Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência pelo PDT. Duas questões do concurso público, aplicado no último domingo, são sobre feitos do coordenador de campanha e irmão do pedetista, Cid Gomes, que já foi prefeito da cidade e governador do estado. A Universidade Estadual do Ceará (UECE), instituição que elaborou as questões, alega independência política, mas pondera que pode rever as perguntas.
Na sessão sobre a história de Sobral, a pergunta de número 11 questiona quem construiu o Museu do Eclipse, um “importante equipamento cultural que preserva a memória do célebre eclipse total do sol, ocorrido no ano de 1919”. O museu foi inaugurado no dia 29 de maio de 1999, durante a gestão de Cid, para marcar 80 anos da expedição britânica de 1919, para observar o eclipse solar e constatar a Teoria da Relatividade de Albert Einstein.


Já a questão 13 quer saber na gestão de qual governador foi construído e inaugurado o Hospital Regional Norte Dr. José Euclides Ferreira Gomes Júnior, "que presta assistência hospitalar em alta complexidade à população de Sobral e moradores de mais de 54 municípios da região." A resposta correta, mais uma vez, é Cid Gomes, filho do homem que dá nome ao hospital.
A instituição de saúde foi lançada em 18 de janeiro de 2013, com um show da cantora baiana Ivete Sangalo. O cachê pago à artista pelo governo do estado, de cerca de R$ 650 mil, foi alvo de investigação do Ministério Público de Contas do Estado. Parte da fachada do hospital desabou um mês após a inauguração, ferindo levemente duas pessoas.
A parte de história de Sobral da prova tem outras três perguntas: uma sobre o atual bispo de Sobral, outra sobre o primeiro bispo da cidade, José Tupinambá da Frota, e uma terceira sobre a quem pertence o Teatro São João.
O presidente da Comissão Executiva de Vestibular da UECE, Fábio Perdigão, reforça a independência política da instituição, bem como a dos professores de história convidados a elaborar a prova. Ele alega que, tecnicamente, não há erro nas perguntas e que é difícil desvincular a história política dos políticos. Segundo ele, no entanto, o momento eleitoral é delicado e que, por isso, se reunirá às 16h com um comitê da universidade para avaliar como proceder.
— Nossa preocupação é com a conveniência ou não dessas duas questões neste momento eleitoral, que é muito delicado. Ainda que o Cid não seja candidato a nenhum cargo, envolve o nome da família, que tem o Ciro como pré-candidato à Presidência. – diz Perdigão. – Consideramos invalidar, anular, ou mesmo só emitir uma nota de justificativa. Não podemos também prejudicar os candidatos – pondera.
Procurada, a Prefeitura de Sobral se limitou a dizer que "o concurso é de organização da Comissão Executiva do Vestibular da Universidade Estadual do Ceará (Uece)", responsável por quaisquer esclarecimentos.
Sobral é um reduto da família de Ciro Gomes. A cidade vem sendo comandada por familiares ou aliados desde 1997, quando Cid Gomes assumiu o primeiro mandato. O atual prefeito é Ivo Ferreira Gomes, o caçula do clã.

O Globo
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget