Valor arrecadado por presidenciáveis para custos de campanha já soma mais de R$ 884,4 mil

No momento em que os presidenciáveis começam a consolidar suas candidaturas, alguns nomes recorrem a ferramentas de financiamento coletivo pela internet para custearem parte de suas campanhas. Oito políticos já têm vaquinha disponíveis, juntando R$ 884.406,64 de doações, sem contar os valores destinados a Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin, que não divulgaram o que já foi recebido. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera nas arrecadações, com quase R$ 400 mil e 4.278 apoiadores.
As campanhas de crowfunding (financiamento coletivo, em inglês) foram permitidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desde o dia 15 de maio. O órgão permitiu que pessoas físicas doassem até 10% da renda do ano anterior, impedindo doação de empresas. As plataformas deverão deixar públicos o nome dos doadores e os valores pagos, com atualização imediata, e terão que comunicar às campanhas e à Justiça eleitoral os dados sobre a doação.
As doações não podem exceder o valor de R$ 1.064 por dia. O dinheiro só será repassado para as campanhas quando a candidatura for consolidada. Isso significa, por exemplo, que caso Lula não consiga se candidatar, os R$ 400 mil deverão ser devolvidos aos doadores. As doações para ele podem ser feitas por meio do site https://www.lula.com.br/doe/.
Ciro Gomes (PDT) já recebeu 545 doações, arrecadando um valor de R$ 45.428 até o momento no site https://www.portalcirogomes.com.br/faca-sua-doacao/. João Amoedo (Novo) foi um dos primeiros a criar uma vaquinha, junto com Álvaro Dias (Podemos). Ele já arrecadou R$ 265.086 no site http://joaoamoedo.com.br/contribua/, com a colaboração de 2059 pessoas. Álvaro conseguiu R$ 19.834 de 120 doadores no site https://doacaolegal.com.br/PODE/ALVARO-DIAS.
Marina Silva (Rede) conseguiu R$ 111.035 de 873 colaboradores por meio das doações no https://doemarina.com.br/?ref=sitemarina. Manuela D’Ávila (PCdoB) acumula R$ 43.081,65 das doações no site https://manupelobrasil.org.br/doacao. Guilherme Boulos (Psol) apresentou interesse em utilizar o crowfunding em sua campanha, mas ainda não disponibilizou nenhum link para doação.
Jair Bolsonaro (PSL) e Geraldo Alckmin (PSDB) já tem ferramentas de financiamento coletivo disponíveis, mas não informam nelas o quanto já foi arrecadado nem quantas pessoas doaram. As doações podem ser feitas nos sites https://maisquevoto.com.br/psl e https://juntos.geraldoalckmin.com.br/, respectivamente.

O POVO Online

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget