“Recomendarei voto no Eunício em homenagem a Camilo”, diz Cid Gomes sobre aliança informal

O ex-governador do Ceará e candidato a senador, Cid Gomes (PDT), mesmo sem declarar apoio pessoal, disse que vai “recomendar” voto em Eunício Oliveira (MDB) na segunda vaga do Senado “em homenagem” ao governador Camilo Santana (PT). Enquanto isso, ele pede que o governador “tenha um papel de magistrado” na disputa entre Ciro Gomes (PDT) e Lula (PT) pela presidência da República.
Cid concedeu entrevista aos jornalistas Fábio Campos e Wanderley Filho, no programa Focus.Jangadeiro, na Tribuna BandNews FM, nesta quarta-feira (8).
Ao ser questionado sobre a incoerência na reaproximação com Eunício, Cid saiu em defesa da aliança informal de Camilo com o presidente do Senado nas eleições de 2018.
“A relação na política é complexa e leva em conta um conjunto enorme de fatores”, disse. Cid Gomes citou a aliança com Eunício em 2010 e a disputa pelo governo do Estado em 2014 que os colocou em lados opostos. No entanto, após a saída do PT do Governo Federal, o Governo do Ceará teria tido dificuldades em conseguir apoio e precisou recorrer a Eunício, presidente do Senado e nome influente do MDB.
“A vaidade e o orgulho não podem ser empecilhos para que você efetivamente entregue os serviços para a população”, defendeu.
Cid deixou claro que trabalhou para que a aliança não se materializasse oficialmente. “O governador se sentiu – e eu compreendo – na obrigação de agradecer o que ele teve de ajuda”, afirmou.
Sobre as críticas de Ciro a Eunício e as dezenas de processos judiciais do emedebista contra o presidenciável, Cid tentou minimizar desavenças pessoais. Segundo ele, “Ciro tem sua posição e denuncia o MDB. Ele enxerga aquilo como um símbolo para denunciar”.
Apesar das incoerências nas relações, apontadas pelo próprio Cid durante a entrevista, o candidato ao Senado declarou apoio a Eunício.
“Eu recomendarei voto no Eunício em homenagem ao Camilo. E o Camilo fez esse entendimento com Eunício levando em conta o interesse maior do Ceará”, afirmou. Ele disse ainda que “nunca recomendou nem estimulou ninguém a brigar com seu amigo, seu vizinho, por política”.

Tribuna do Ceará
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget