Superlotação no Banco do Brasil em Santa Quitéria e sem previsão para normalizar os serviços

A poucos dias de completar quatro meses de um furto cinematográfico, clientes da agência do Banco do Brasil em Santa Quitéria continuam passando por dificuldades, uma vez que a unidade, desde o acontecido, não tem operado com todos os serviços.
A agência tem operado somente com quantias de transações locais, ou seja, não tem recebido numerários, o que leva a uma sobrecarga na busca do autoatendimento, que tem funcionado apenas com um caixa.
Nas últimas semanas, tem sido uma imagem recorrente, a partir das 6 da manhã, dezenas de pessoas, da sede e da zona rural do município, bem como de Catunda e Hidrolândia, buscando fazer transações e resolver pendências e saem demonstrando indignação com tal situação.


Desde o último dia 1º, a agência vem surpreendendo os seus usuários com os novos horários da sala de auto-atendimento, funcionando de segunda a sexta, das 8 às 17h, e fechando aos sábados, domingos e feriados.
A medida, segundo populares ouvidos pela Voz de Santa Quitéria, prejudica bastante o cotidiano do município, ao restringir somente a dias úteis e sem opção para ocasiões especiais ou de emergência, em caso de necessidade.


Ouvido pela reportagem do AVSQ, a gerência local do Banco do Brasil afirmou que tem se esforçado para ofertar o máximo de serviços, dentro das suas limitações e que aguarda decisão da Superintendência até a próxima quinta (09), sobre o futuro da agência.
Alternativa a ser considerada para agilizar o retorno dos serviços, a Câmara Municipal deverá votar na sexta (10), a criação do Conselho Municipal de Segurança, de forma a pressionar o BB por providências.
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget