Ceará é 'simbólico' para o combate à violência, diz Boulos

Candidato do Psol à Presidência da República, Guilherme Boulos considera o Ceará como um Estado estratégico para se fazer o debate de um novo modelo de segurança pública "desmilitarizado" e baseado na prevenção à criminalidade.
Em sua terceira passagem pelo Ceará, no último sábado, Boulos disse, em entrevista ao Diário do Nordeste, que o Ceará é um "espaço simbólico" para minimizar o problema "gravíssimo" da violência no País. Para ele, além de combater o tráfico de armas e munições, é preciso combater as "grandes máfias".
"O crime organizado no Brasil está mais perto da Praça dos Três Poderes, em Brasília, com ramificação no poder econômico do que de qualquer favela. E é aí que nós temos que atuar com inteligência e investigação", enfatizou o candidato. Ao ser questionado sobre a medida do Governo Federal, em parceria com o Governo do Estado, de instalar no Ceará o Centro Regional de Inteligência da Polícia Federal, Boulos considerou insuficiente.
"Não basta ter um Centro de Inteligência quando a política é fazer intervenção militar e gastar em armamento e presídio como está sendo feito no Rio de Janeiro. O caminho é mudar profundamente o modelo de segurança pública. Michel Temer não tem esse compromisso e, aliás, nenhuma outra candidatura tem", criticou, ao complementar que o modelo militarizado de segurança, "que também é um modelo da guerra às drogas, está fracassado e nós temos que atuar de outra maneira. Nós não queremos construir presídio, queremos construir escola e que esse modelo de segurança seja baseado no enfrentamento ao sistema que lucra com a morte".
Privilégios
O presidenciável apontou também a "explosão" do desemprego no Nordeste, que inclui o Ceará, e criticou "privilégios" dados na política de renúncia fiscal.
Ainda sobre o Ceará, ele apontou o abastecimento de água como problema. Para Boulos, há direcionamento a grandes negócios. "Nós propomos um outro direcionamento. A água, obviamente, tem que ir para as famílias, para o povo, mas também para a agricultura familiar. O nosso plano para o campo é fortalecer agricultura familiar, que é quem bota 70% da comida na mesa do povo brasileiro", prometeu.
Desempenho
O candidato do Psol aparece apenas com 1% das intenções de voto na última pesquisa do Datafolha, distante da briga pelo segundo turno. Ele minimiza o baixo desempenho e reforça que está tentando "politizar a sociedade". Boulos reclamou do pouco espaço para divulgar sua candidatura e de um sistema político "desigual". "O sistema político brasileiro é fechado em si mesmo, para que os mesmos sempre permaneçam lá. Nossa candidatura é contra o sistema e diz isso com todas as letras e por isso tem menos espaço", avaliou.
Apesar desse cenário, Boulos acredita que o PSOL atingirá a cláusula de desempenho, uma das mudanças trazidas pela minirreforma eleitoral de 2017, que exigirá das legendas, a partir deste ano, no mínimo, 1,5% dos votos válidos nas eleições para a Câmara Federal, ou seja, pelo menos nove deputados, de estados diferentes, para terem acesso aos recursos do Fundo Partidário e tempo de rádio e televisão. "A nossa expectativa é dobrar a bancada federal, ampliar a nossa participação nas assembleias legislativas e ter presença no Senado".
Sobre apoios em um eventual segundo turno, entre Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos disse ter "respeito por todas as candidaturas de oposição" ao governo Michel Temer e sinalizou o rumo a ser tomado pelo partido. "É evidente que no segundo turno vai ser o momento de enfrentar o fascismo, as pautas do atraso".
Diário do Nordeste
Cadernos:

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget