Governador do CE aciona Justiça contra vídeos que denunciam fraude na gestão da educação em Sobral

O governador e candidato à reeleição Camilo Santana (PT) e o candidato ao Senado Cid Gomes (PDT) pediram na Justiça a retirada de vídeos que denunciam supostas fraudes na gestão da educação em Sobral para burlar o bom desempenho do município em avaliações nacionais. O caso começou com uma série de denúncias em um canal no Youtube e chegou às páginas da revista Istoé na sexta-feira (21).
Camilo, Cid e a candidata a vice-governador Izolda Cela entraram com ação de “Representação por Propaganda Irregular com pedido de tutela provisória de urgência antecipada” contra a Google do Brasil, proprietária do Youtube, e contra Wellington Macedo de Sousa, autor dos vídeos.
No documento da representação, o grupo político acusa Wellington Macedo de veicular informações inverídicas sobre o sistema de educação do Ceará, atreladas diretamente a Camilo e à base aliada do governo. A série intitulada “Educação do Mal” reúne quatro vídeos voltados à desconstrução do sistema de ensino público de Sobral.
Os advogados acusam o autor de assumir “a pretensa função de repórter jornalístico para entrevistar uma série de pessoas que identifica como ex-alunos e ex-professores de colégios municipais. Segundo narram, as instituições em que estudaram/trabalhavam teriam se utilizado de um esquema fraudulento para elevar a colocação do estado no ranking nacional de educação”.
A fraude, segundo a série, teria ocorrido supostamente a partir da colocação dos melhores alunos para a realização de provas no lugar dos que tinham desempenho negativo. Até “cola” seria passada pelos professores, além de suposta falsificação de documentos atestando “retardo mental” de parcela dos estudantes.
Os advogados pedem a imediata retirada do ar de todos os vídeos, a declaração de irregularidade das publicações e a proibição de novas veiculações, sob pena de crime de desobediência.
“Os vídeos, assim, veiculam informações inverídicas e degradantes à imagem dos Representantes, extrapolando o limite da crítica salutar. As ofensas, como se não bastassem, são desferidas com roupagem de reportagem, de forma a incutir no eleitorado a impressão de veracidade das mensagens transmitidas. Sua imediata retirada do ar é imprescindível”, afirmam.
A ação será analisada pela juíza Daniela Lima da Rocha.

Tribuna do Ceará
Cadernos:

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget