Polícia Federal instala centro integrado para monitorar eleições

Começou a funcionar nesta segunda-feira (01) o CICCE (Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições 2018). A estrutura da Polícia Federal reúne membros de 14 instituições e órgãos parceiros.

Entre elas estão:

– TSE (Tribunal Superior Eleitoral);

– PGE (Procuradoria Geral Eleitoral);

– PRF (Polícia Rodoviária Federal);

– Depen (Departamento Penitenciário Nacional);

-Ministério da Segurança Pública;

-ABIN (Agência Brasileira de Inteligência);

– Forças Armadas;

– Forças Nacionais de Segurança Pública;

– Receita Federal;

-Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários);

-ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres);

-ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil);

-COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras).

O espaço funcionará até o dia 8 de outubro e retoma as atividades no dia 22 para o 2º turno, funcionando até o dia 29. O objetivo é coordenar a atuação da PF com a Justiça Eleitoral.

Gabinetes de gestão integrada também foram montados pela Polícia Federal nos Estados com o objetivo de agilizar a comunicação com os Tribunais Regionais Eleitorais e polícias civil e militar.

Na cerimônia de inauguração do espaço, o diretor-geral da PF, Rogério Galloro, afirmou que a atuação coordenada é importante porque a Polícia Federal não pode de pronto abrir uma investigação de crime eleitoral. Precisa da autorização da Justiça Eleitoral.

O centro integrado cria 1 canal direto para troca de informações que deve agilizar o monitoramento e eventuais operações. Modelos semelhantes de monitoramento já foram utilizados em grandes eventos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

A ideia é que todos os integrantes do CICCE tenham rápido acesso aos bancos de dados dos respectivos órgãos de atuação e possam contribuir com o monitoramento.

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, falou sobre a importância das eleições no processo democrático e como a estrutura inaugurada nesta 2ª feira pretende “zelar para que a vontade do povo brasileiro seja respeitada”.

Quem coordena as operações do CICCE é o delegado da PF Thiago Borelli. A sala abriga diversos computadores a ser utilizados pelos órgão e instituições cooperadas. O espaço funcionará das 8h às 18h até a véspera das eleições. No dia do pleito, 24 horas.

Um painel mostra em tempo real todas as estatísticas da Polícia Federal: investigações em curso, apreensões, operações de reforço na segurança.

“SEMANA CRÍTICA”

O CICCE foi inaugurado na semana considerada crítica pela PF quando, segundo a corporação, o número de inquéritos para apurar crimes eleitorais cresce 50%. Entre as infrações mais comuns nesta época estão propagandas eleitorais irregulares, caixa 2 e boca de urna.

Após o ataque ao candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL), a segurança dos postulantes também virou uma preocupação maior. Os 6 candidatos a presidente que pediram reforço da segurança pela PF estão sendo monitorados por GPS 24 horas. São eles:
  • Alvaro Dias (Podemos);
  • Ciro Gomes (PDT);
  • Fernando Haddad (PT);
  • Geraldo Alckmin (PSDB);
  • Jair Bolsonaro (PSL);
  • Marina Silva (Rede).

No centro integrado 1 mapa mostra em tempo real onde cada presidenciável está.

SEGURANÇA REFORÇADA

Além do apoio das Forças de Segurança Nacional já autorizado pelo TSE, Amazonas, Pernambuco e Roraima receberão reforços de policiais federais lotados em outras unidades.

O efetivo policial será distribuído nos municípios com alta incidência de conflitos e crimes eleitorais.

DENÚNCIAS

O CICCE tem 1 email disponível para receber denúncias: eleitoral.dasp@dpf.gov.br. No caso das chamadas fake news, a PF explicou que ao receber uma denúncia encaminha à Justiça Eleitoral.

Se autorizada a investigar o episódio,a corporação aprofundará a apuração.

Poder 360
Cadernos:

Postar um comentário

A Voz de Santa Quitéria é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais, a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.
Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.
Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: avozdesantaquiteria@outlook.com.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo

[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget