Degust Culinárias é destaque como iniciativa que prepara jovens para mercado de trabalho

Oportunidade vem literalmente de bandeja para adolescentes de Santa Quitéria. Quem oferece é Valdemir Matos, que há pouco mais de dez anos investe num projeto social transformador, inspirado na própria história de superação. "Enfrentei muitas dificuldades na vida quando saí de Uruburetama para trabalhar em São Paulo, sem nenhuma experiência", relata o empresário que, apesar de todas as adversidades, conseguiu trabalhar num banco, onde teve contato com empresários italianos do ramo de gastronomia, e aprendeu a empreender com eles.
Após a experiência, Valdemir voltou para o Ceará, casou com uma moça de Santa Quitéria e adotou a cidade do Norte cearense como lar. Ficou muito tempo desempregado e praticamente passou fome com a família. Foi quando conseguiu um pouco de dinheiro e decidiu investir numa banquinha para vender cachorro-quente. Pouco tempo depois, contratou um jovem para ajudá-lo.
Nascia, dessa forma, o Degust. E tudo começou a mudar. Ele passou a fazer comida para festas e montou um buffet. O projeto cresceu junto. Valdemir acreditava que a capacitação para o mercado de trabalho poderia ser um agente de mudança na vida de adolescentes que não tinham perspectivas de futuro. Estava certo. Fábio Matos, hoje gerente de contas de uma empresa de calçados, foi um dos primeiros a entrar no Degust. Na época, tinha apenas 16 anos e muitos problemas com a família, principalmente dificuldades financeiras. Atualmente, acumula sete profissões que aprendeu no projeto. Nas horas vagas é chefe de cozinha no buffet Degust e também ensina o que aprendeu para os novatos.

Gratidão
"Eu me sinto muito feliz em ensinar os conhecimentos que obtive aqui para quem está chegando agora. É uma forma de gratidão por tudo que recebi aqui", relata Fábio.
O Degust não conta com auxílio do poder público. Para mantê-lo, Valdemir promove cursos de culinária. Mais de 160 adolescentes já foram treinados. Pelo menos, dez são recrutados por ano para receber capacitações nas áreas de gastronomia, serviços e empreendedorismo.
"Para entrar no projeto é preciso ser, antes de mais nada, um jovem carente", diz Adrine Soares, psicóloga do Degust. Hoje, 40 alunos que passaram pela capacitação, além de exercerem outras atividades, trabalham nos fins de semana no buffet de Valdemir. Outros 60 estão no mercado de trabalho em estabelecimentos de Santa Quitéria e até em restaurantes de Fortaleza.
"Eu não seria quem sou hoje se não tivesse tido essa oportunidade", diz Kelly Lopes que, além de gerenciar um supermercado, trabalha no buffet nos fins de semana. "Eu sei que lá encontro o perfil ideal que quero para a minha empresa", relata Ernane Sampaio, dono de um restaurante de cozinha chinesa.

Diário do Nordeste
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget