PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Barragem se rompe e casas são atingidas em Brumadinho, Grande BH

Uma barragem da mineradora Vale rompeu na manhã desta sexta-feira (25) em Brumadinho, cidade da Grande Belo Horizonte. O rompimento foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, que enviou equipes para o local. A defesa civil também foi acionada.
O rompimento foi na região do córrego do Feijão, na altura do km 50 da rodovia MG-040. Ainda não há informações sobre a dimensão do acidente. Fotos enviadas por moradores da região aos Bombeiros mostram uma grande quantidade de lama atingindo casas.
A Vale foi procurada, mas ainda não emitiu nenhuma nota sobre o acidente. Segundo site oficial da Vale, a chamada Barragem I - Mina Córrego do Feijão é utilizada para disposição de rejeitos da mineração. 


A tragédia ocorre mais de três anos do desastre de Mariana, quando a barragem de Fundão, também da Vale, se rompeu, matando 19 pessoas e provocando tsunami de lama que avançou sobre a bacia do rio Doce até chegar ao litoral capixaba, sendo considerado o maior desastre socioambiental do Brasil.

Bolsonaro lamenta
Em sua conta no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro lamentou o rompimento de barragem em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte e disse que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, está a caminho de Minas. 
Além dele, o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas, informou à imprensa que está a caminho do município mineiro.


Inhotim
O Instituto Inhotim evacuou o local no começo desta tarde, por segurança. Com 14 hectares de visitação, o parque, localizado no próprio município de Brumadinho, conta com um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do país, além de uma coleção de espécies raras de todos os continentes.

Mineradoras
Romeu Zema, Governador de Minas Gerais, afirmou em novembro de 2018 que pretendia agilizar licenças de mineradoras.
A afirmação de Zema foi feita durante visita a Amirt (Associação Mineira de Rádios e TV) em 5 de novembro. À época, o governador discutia a união das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente, mas, posteriormente, recuou da ideia.
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget