PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Em visita a Fortaleza, Rodrigo Maia defende que não há necessidade de intervenção federal no Ceará

Em visita a Fortaleza nesta segunda-feira (14), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez elogios ao governador Camilo Santana (PT) no enfrentamento à onda de ataques criminosos no Estado e disse que o Ceará não precisaria de uma intervenção militar "de jeito nenhum". Na agenda, o parlamentar teve encontro com o governador e com deputados da bancada federal cearense, em busca de apoio para a reeleição à presidência da Câmara.
"O governador Camilo tem o Estado sob controle, diferente do Rio, que o governador Pezão, à época, perdeu o controle do Estado. Uma coisa é você estar enfrentando o crime organizado e o crime organizado estar tentando fazer com que o governo recue. Isso é uma coisa diferente. É o que está acontecendo aqui: o governo está avançando e está tendo a reação. Tenho certeza que num prazo curto o Governo mostrará que a sua política está correta", declarou. 
Maia defendeu ainda que, para combater o crime organizado, é importante também que o Governo Federal "avance" em um Sistema Integrado de Segurança, de modo que haja divisão de responsabilidades entre os estados, os municípios e a União.
"O que a gente não pode é que estados e municípios supram responsabilidades que não são suas. Se o sistema estiver organizado, o governo federal com Polícia Federal, com os órgãos de segurança nas fronteiras, cuidando para que as drogas e as armas não entrem, certamente a situação do meu Estado, o Rio de Janeiro, do Ceará, de São Paulo, vai ficar melhor do que está hoje, porque nossas fronteiras aceitam tudo. As fronteiras brasileiras precisam ter um cuidado maior", sustentou.
O presidente da Câmara concedeu entrevista coletiva na noite desta segunda-feira em um edifício no bairro Meireles. Mais cedo, esteve no Palácio da Abolição em reunião com o governador Camilo Santana e deputados federais eleitos e não reeleitos. No dia de visita a Fortaleza, ele também foi ao encontro do senador eleito Cid Gomes (PDT) e do conselheiro em disponibilidade do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Domingos Filho.
"Discutimos política, a conjuntura política e, agora, estamos conversando com os deputados que continuam na Câmara, os que não continuam e com os novos deputados que estão chegando agora", resumiu.
No Facebook, Camilo escreveu que discutiu com Rodrigo Maia sobre a situação da Segurança Pública no Ceará e no País, destacando " a importância do apoio da Câmara Federal para a aprovação de leis mais duras no combate à criminalidade". "O envolvimento do Congresso Nacional é fundamental para conseguirmos vencer esse desafio. Tratamos, ainda, sobre assuntos como a securitização da dívida ativa e o salário-educação, entre outros temas de interesse do estado e do Brasil", disse o governador.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget