PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

MPCE pede para população não compartilhar informações vindas possivelmente de facções

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) divulgou nesta terça-feira, 8, em suas redes sociais, a recomendação para que a população cearense não compartilhe conteúdos repassados, supostamente, pelas facções criminosas do Estado.
A publicação informa que “a circulação de fotos, áudios e vídeos sem a devida comprovação aumenta ainda mais o clima de terror que assola o Ceará. Fique atento às Fake News”.
Várias informações falsas foram compartilhadas em diversas redes sociais como sobre supostas mortes de criminosos no bairro Sapiranga durante tiroteio com a Polícia Militar; o toque de recolher determinado pelas facções; e ameaças contra o comércio da Capital e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).
O MPCE esteve reunido também nesta terça com Luís Mauro Albuquerque, secretário de Administração Penitenciária do Ceará. A reunião foi no intuito de definir algumas estratégias para o combate da onda de violência que vem ocorrendo no Estado desde a última quarta-feira, 2. O encontro visa a manutenção do sistema carcerário em situação normal, fazendo com que os procedimentos sejam estabelecidos.
O Ministério foi representado pela Procuradoria Geral de Justiça, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), pelo Núcleo de Investigação Criminal (NUINC) e pelos promotores da Corregedoria dos Presídios. 
Durante a reunião, os membros do Ministério Público apresentaram um relatório de três operações, todas desencadeadas pelo MP e associadas a supostos atos de corrupção dos agentes penitenciários.

O POVO Online
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget