PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



Saúde, Educação e Segurança serão prioridades do 2º mandato de Camilo

Diálogo, transparência, integridade e austeridade. Esses são os quatro princípios que devem nortear o segundo mandato do Governo Camilo Santana. Pelo menos essa foi a mensagem que o chefe do Executivo Estadual transmitiu na primeira reunião realizada com o secretariado, na manhã desta quarta-feira (2), no Palácio da Abolição. Durante quatro horas, os auxiliares do governador falaram sobre suas experiências pessoais, conheceram os novos colegas e apresentaram metas para a gestão.
No encontro, o governador também destacou aquelas que serão as prioridades do segundo mandato. Saúde, Educação e Segurança Pública seguirão norteando os trabalhos de Camilo Santana nos próximos quatro anos. No entanto, a questão social e o desenvolvimento econômico terão protagonismo em sua nova gestão, conforme informou o assessor especial de Relações Institucionais, Nelson Martins.
Segundo disse Nelson, o governador, durante o encontro, solicitou que seus auxiliares se empenhem e pensem em novos projetos para atuação em suas secretarias. Através da Casa Civil, nos próximos dias, Camilo Santana marcará uma agenda de reuniões individuais com cada secretário, para que possa estabelecer ações prioritárias de cada Pasta. Ainda no mês de janeiro, ou início de fevereiro, será promovido um seminário reunindo todo o secretariado e presidentes de vinculadas para realização do planejamento do Governo para os próximos quatro anos, com foco no programa "Ceará 2050".
O governador quer, a partir de agora, que o secretariado esteja aberto para diálogo com a sociedade. Defende ainda que o Governo do Estado continue sendo uma das unidades federativas mais transparentes do País. Outro princípio defendido por ele é a austeridade dos gastos públicos, além da integridade dos atos de cada gestor.
"O governador pediu empenho de todos, e deixou bem claro que ele está muito disposto para fazer seu trabalho. Todos os secretários falaram, e até podiam sinalizar o que fariam em suas secretarias, mas que focassem também na história de vida. A ideia é fazer a integração entre os secretários e que melhore a relação com a intersetorialidade".
Apesar de Saúde, Educação e Segurança Pública continuarem como as áreas principais, Martins destacou que a questão Social e o Desenvolvimento terão destaque na gestão, tanto que uma das secretarias mais importantes do Governo é a Secretaria de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos do Estado, que, inclusive, passou a gerir o Fundo Estadual de Combate à Pobreza, o Fecop.

Desigualdades
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico também foi fortalecida, visto que uma das metas do Governo é reduzir a desigualdade social no Estado. Ainda não há uma meta clara para a equipe econômica da gestão, mas segundo assegurou Nelson Martins, as políticas existentes serão mantidas, tendo definição mais clara após o seminário entre os secretários. "O Governo já tem uma linha de trabalho, já tem o que será deliberado", disse o assessor.
A titular da Pasta de Proteção Social, Socorro França, afirmou que a prioridade de sua gestão será o programa "Mais Infância", além da questão da segurança alimentar. "Temos que retornar o que tinha no passado, que são os restaurantes populares. Pretendemos resgatar esse trabalho nos centros de Fortaleza e na periferia também. A primeira-dama já tem uma ideia de enlatar sopa e levar para o interior", defendeu a secretária.
Já o secretário de Segurança, André Costa, destacou que uma de suas metas principais é manter a redução no número de homicídios em até 7%. Defendeu ainda que haja maior integração com as secretarias de Administração Penitenciária e de Proteção Social, Justiça e Direitos Humanos.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget