TRF nega habeas corpus a Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), sediado em Porto Alegre, negou hoje (23) pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares. A decisão foi proferida, por unanimidade, pela 8ª Turma do colegiado. 
A defesa de Delúbio pediu que o processo em que o ex-tesoureiro do PT é acusado de fraude em um empréstimo realizado entre o pecuarista José Carlos Bumlai e o Banco Schahin fosse remetido à Justiça Federal em Santo André (SP). Os advogados negam as acusações, mas entendem que a questão não pode ser julgada pela 13ª Vara Federal em Curitiba, no âmbito da Operação Lava Jato, por não ter relação com a Petrobras. 
Pela decisão da 8ª Turma, a incompetência da Justiça Federal em Curitiba deve ser analisada na apelação criminal, momento processual adequado. 
Em março do ano passado, Delúbio Soares foi condenado a cinco anos de prisão pelo ex-juiz Sérgio Moro na investigação da 27ª Fase da Lava Jato, que apurou a suspeita de fraude. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a dívida foi quitada por meio da contratação do Grupo Schahin para operação do navio-sonda Vitória 10.000. O contrato custou à Petrobras US$ 1,6 bilhão. A investigação apontou Delúbio como solicitante do empréstimo pelo PT.

Agência Brasil
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget