PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Barragem do Rio Cocó é a 5ª a sangrar no Estado em 2019

A barragem do Rio Cocó, no conjunto Palmeiras, em Fortaleza, sangrou neste domingo (24). É a 5ª barragem do Estado a sangrar em 2019, segundo o Portal Hidrológico da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh). O reservatório atingiu 100% da capacidade após a chuva de 120,3 mm que atingiu a Capital entre as 7h do sábado (23) e as 7h deste domingo.
O açude Maranguapinho, em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza, sangrou no sábado (23) e, antes dele, o Germinal, no município de Palmácia; o Tijuquinha, em Baturité; e o São José, na cidade de Boa Viagem, também chegara aos 100% da capacidade. Oito açudes estão com volume acima de 90%.
Com capacidade máxima de armazenamento de mais de 5 milhões de m³, a barragem do Rio Cocó foi construída para conter o excedente de água no período mais intenso da quadra chuvosa na Capital, evitando alagamentos em bairros vulneráveis. No total, o investimento foi da ordem de R$ 105 milhões.

Chuvas em fevereiro já superam média histórica
O sangramento de reservatórios está relacionado aos bons volumes de chuva no Ceará. Neste mês de fevereiro, o primeiro da quadra chuvosa, o acumulado de precipitações é de 145,4 milímetros, número 22,5% maior que a média histórica para o período no Estado. Os dados são preliminares e pode sofrer alterações.
Entre o sábado (23) e este domingo (24), choveu em pelo menos 116 municípios do Estado. O destaque foi São Gonçalo do Amarante, no Litoral Oeste do Estado, onde foram registrados 125 mm. Neste mesmo período, também fi registrada a maior chuva do ano em Fortaleza, com 120,3mm, segundo a Funceme.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget