Ceará tem redução de mais de 60% em número de mortes violentas em janeiro de 2019

O Ceará fechou o mês de janeiro de 2019 com uma redução de 60,2% no número de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs), comparado ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará(SSPDS-CE), nesta quarta-feira (6).
Este é o melhor resultado na estatística de CVLI desde maio de 2011 e o mês com melhor média diária desde agosto de 2011, ficando abaixo de sete vítimas por dia. O secretário de Segurança Pública, André Costa divulgou em rede social que "a redução de homicídios é resultado de uma ação enérgica do Estado dentro e fora dos presídios".
Em janeiro de 2019, foram registrados 192 crimes violentos letais, que englobam homicídio, lesão corporal seguida de morte e latrocínio (roubo seguido de morte). A redução corresponde a 60,2% em relação ao mesmo período do ano passado, quando ocorreram 482 mortes violentas. Este é o melhor resultado desde maio de 2011, quando foram registrados 195 crimes.
Em Fortaleza, a queda foi mais expressiva chegando a  68,9. Foram 51 casos no primeiro mês do ano de 2019 contra 164 mortes em 2018. Portanto, janeiro deste ano, foi o melhor mês desde setembro de 2016.
Na Região Metropolitana de Fortaleza, o número de mortes violentas foi de 52 casos no mês passado contra 152 no mesmo período de 2018, o que representa uma queda de 65,8%
Na Região Norte do Ceará, a queda foi de 52,9%, baixando de 87 crimes no primeiro mês de 2018, para 41, em 2019. Por fim, no Interior Sul, a queda foi de 39,2%, reduzindo de 79 para 48 casos. 
Não foi registrado nenhum crime contra a vida dentro das unidades prisionais do Estado, durante os 31 dias do mês passado.

Integração de forças
Com a integração das forças atuando no Ceará, foi possível chegar à neutralização de diversos crimes ocorridos em todo o Estado. “Todos acompanharam o trabalho hercúleo das forças de segurança do Estado, apoiados por reforços vindos da Polícia Rodoviária Federal e da Força Nacional, além dos demais órgãos de segurança que atuam no Estado, inclusive pertencentes à União (Polícia Rodoviária Federal, Agência Brasileira de Inteligência, Exército Brasileiro.) e da Prefeitura de Fortaleza (Guarda Municipal de Fortaleza, Autarquia Municipal de Trânsito, Agência de Fiscalização de Fortaleza)”, ressaltou o secretário André Costa.
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget