PUBLICIDADE



Fraudes em compra de combustíveis resulta em operação do MP e afastamento de prefeito no Ceará

Irregularidades encontradas na compra de combustíveis para a frota municipal resultaram nesta quinta (14) na deflagração de uma operação do Ministério Público do Estado do Ceará, além do afastamento do prefeito de Nova Olinda, na região do Cariri, Afonso Sampaio (PSD).
Durante a tarde, 16 policiais civis estiveram na sede da Prefeitura, em secretarias, residências e no posto contratado pela Prefeitura para abastecer a frota, no âmbito da operação Combustível Podre. A Polícia apreendeu vários documentos, celulares, computadores e armas de fogo, além de cumprir três mandados de prisão, contra dois secretários e um empresário.
De acordo com o MPCE, o esquema envolvia emissão de nota fiscal superfaturada falsa, em descompasso com os abastecimentos efetivamente realizados, além de um pagamento de propina dentro das finanças do posto, de forma mensal a um dos detidos.

Afastamento


As fraudes, que duraram entre 2017 e 2018, motivaram uma denúncia popular que levou à Câmara Municipal a votar um pedido de afastamento do gestor. Horas depois da devassa, os parlamentares decidiram por 9 a 2, pelo afastamento de Afonso Sampaio, pelo prazo de 120 dias. Neste período, assumirá o vice Ítalo Brito.
Uma Comissão Processante foi instalada para avaliar a denúncia, dentro desse período e apresentar os resultados das investigações.
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget