PUBLICIDADE



Prefeituras de municípios do Ceará atingidos por chuvas cancelam Carnaval e remanejam verbas

As prefeituras de Granja e Tianguá anunciaram o cancelamento das festividades carnavalescas em 2019. A decisão foi tomada por conta de transtornos causados pelo o alto volume de chuvas nos municípios.
A Prefeitura de Granja utilizou sua conta no Facebook para anunciar o cancelamento do evento “Carnaval de Todos”. De acordo com a publicação, as chuvas têm causado “pontos de alagamento diversos, gerando preocupação e necessidade de alerta permanente nas próximas semanas”.
Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), entre as 7 horas de quarta-feira, 6, até as 7 horas da quinta-feira, 7, a Cidade registrou 108 milímetros (mm) de precipitação, a maior do Estado naquele dia.
"As circunstâncias atuais recomendam prudência e austeridade nos gastos públicos, para que se priorize a realização de ações preventivas que minimizem situações de riscos e vulnerabilidade da população em todo o Município", ressalta o comunicado.
Na publicação, o Executivo municipal disse que a festa já era realizada por seis anos consecutivos, gerando emprego e renda. O POVO Online tentou contato com a prefeitura de Granja, por meio do telefone disponível no site da instituição, por volta das 16h30min, mas não obteve sucesso.

Tianguá
Em Tianguá, a 333,5 quilômetros de Fortaleza, as festividades de Carnaval também foram canceladas. O Pré-Carnaval na Cidade, marcado para este fim de semana, não será mais realizado.
Regildo Aguiar, secretário da administração do Município, ressaltou que a decisão foi tomada porque o região foi “muito afetada” pela quadra chuvosa. Conforme o titular da pasta, as chuvas destruíram a malha viária da sede e dos distritos da Tianguá, além de deixar pessoas desabrigadas. “Tivemos prejuízos ainda incalculáveis”, concluiu.
Em vídeo divulgado na redes sociais é possível ver que o asfalto foi arrancado pela força da água. O muro de um cemitério da Cidade também foi derrubado. Além disso, algumas casas ficaram alagadas, conforme relatou o policial militar Evaldo Mendes.
Segundo a Funceme, entre as 7 horas da terça-feira e o mesmo horário da quarta-feira, 6, choveu 77,4 milímetros (mm) no Município - a maior precipitação registrada no Estado naquele dia.
Os recursos que seriam destinados ao Carnaval serão investidos em infra-estrutura e na construção de bueiros, calçamentos, asfaltos, passagens molhadas, dentre outras medidas emergenciais, conforme informou Regildo Aguiar. Ele diz que será feito a recuperação e manutenção de estradas dos distritos e dos prédios públicos, além da aquisição de duas novas ambulâncias.

O POVO Online
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget