PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Com licenciamento barrado, Itataia é prioridade do novo presidente da INB


Mesmo com o licenciamento ambiental tendo sido barrado pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama), o Governo Bolsonaro quer dar celeridade e colocar em evidência novamente, o projeto de exploração da usina de urânio e fosfato de Itataia, em Santa Quitéria. A informação foi revelada pelo novo presidente das Indústrias Nucleares do Brasil (INB), Carlos Freire Moreira, em entrevista ao site PetroNotícias, ao afirmar que a retomada do projeto será uma de suas prioridades.



Carlos admitiu a preocupação da INB e do Ministério de Minas e Energia pelo fato de não estar produzir urânio, devido a paralisação das atividades em Caetité, na Bahia e a burocracia de Itataia e ventilou a possibilidade da abertura das reservas brasileiras de urânio para empresas privadas internacionais, o que é visto com bons olhos pela estatal. “Vemos isso de forma extremamente positiva. Eu acho que existe espaço e urânio para isso no país”, afirmou.
Sobre a usina em Santa Quitéria, o novo presidente reconheceu as dificuldades para o licenciamento, mas destacou que está retomando fortemente para priorizar o projeto, mencionando a parceria da INB com a empresa Galvani e os potenciais econômicos do país com a produção de fosfato e urânio.
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget