PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



Corpo de sobrevivente de Mariana é identificado entre as vítimas de Brumadinho

O corpo do soldador contratado por uma empresa terceirizada da Vale, Erídio Dias, de 32 anos, foi identificado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Minas Gerais conforme informações de familiares. Dias escapou do rompimento da barragem da Samarco, joint venture da Vale e BHP Billiton, em Mariana (MG), em 2015, e estava desaparecido depois da tragédia em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, também com represa de rejeitos da Vale, em 25 de janeiro de 2019.
O soldador estava na região da barragem que se rompeu em Mariana e escapou da tragédia porque foi almoçar em área distante da atingida pela lama, conforme relatou a familiares à época. Desta vez, em Brumadinho, Erídio Dias estava no refeitório da empresa, um dos primeiros locais atingidos.
A Defesa Civil de Minas Gerais informou nesta terça-feira (19), que o número de mortos pelo rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão,em Brumadinho, subiu para 209. Ainda segundo a corporação, 97 pessoas ainda estão desaparecidas e 395 foram localizadas.

Estadão Conteúdo
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget