PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

"É uma barbaridade", disse Temer após ser preso pela Lava-Jato

O ex-presidente Michel Temer definiu sua prisão na manhã desta quinta-feira (21), pela força-tarefa da Operação Lava-Jato, como "uma barbaridade". A delação foi dada ao jornalista Kennedy Alencar, comentarista da rádio CBN, que conversou por telefone com o emedebista no momento da detenção.
Conforme Alencar, o próprio ex-presidente atendeu o telefone e, ao ser questionado sobre o que acontecia, informou que "estava na companhia de policiais federais". Temer ainda disse que a ação decorre de um mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz Marcelo Bretas, da da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro.
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget