PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



Estado dispensa policiais da reserva que atuaram contra ataques criminosos

Depois de quase 50 dias de atuação, os 139 policiais militares da Reserva Remunerada que foram convocados para trabalhar durante a onda de ataques ocorridas desde o dia 2 de janeiro deste ano no Ceará serão liberados do serviço nesta quinta-feira (07), informou a assessoria da Polícia Militar do Ceará.
Os oficiais começaram os trabalhos no dia 18 de janeiro, prazo estipulado pelo Governo do Estado para que se apresentassem, e foram empregados no policiamento ostensivo de Fortaleza, da Região Metropolitana e do Interior
Durante este período, eles receberam remuneração com valor idêntico ao do Batalhão de Segurança Patrimonial, dependendo do posto ou graduação.
Inicialmente foram convocados 1.200 militares da Reserva Remunerada. Destes, 139 foram chamados por "necessidade institucional", segundo a PM. Antes de ingressarem no serviço, eles passaram por exames de saúde e físicos e, após aprovados, foram reintegrados à Ativa.
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget