PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Deputado pede árbitro de vídeo para resolver impasse durante sessão da Assembleia

O deputado estadual Agenor Neto (MDB) apelou, em tom de ironia, ao árbitro assistente de vídeo (VAR, na sigla em inglês) na discussão desta quinta-feira (11), na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (AL-CE). Ele estava em meio a uma discussão com os colegas, em plenário, se continuaria ou não o debate sobre um requerimento dele pedindo esclarecimento à Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) sobre os consórcios de Saúde no Interior.
O texto teve discussão iniciada na última quinta-feira, dia 4, mas foi dada por encerrada por falta de quórum, ou seja, ausência do número mínimo de deputados em plenário. Agenor defende a tese de que a discussão não havia sido encerrada na sessão anterior e, por isso, tentava retomá-la. 
O presidente da Casa, José Sarto (PDT), discordou, argumentando que, regimentalmente, a verificação de quórum só pode ser feita quando a discussão é encerrada. Portanto, se ela aconteceu, é porque a discussão havia se encerrado.
Foi o momento em que, para tentar provar que a discussão não havia chegado ao fim na sessão da semana passada, o parlamentar Agenor Neto pedia a gravação da sessão, feita pela TV institucional da Assembleia, diante das dúvidas.
"Vou pedir igual a um juiz, então. Eles agora só não fazem assim (desenha um quadrado no ar com os indicadores, simbolizando o VAR)? Então, peço ao senhor que pegue o vídeo da última quinta-feira na televisão", diz o deputado, ainda desenhando quadrados no ar com os indicadores, o que acabou arrancando algumas risadas do presidente da Casa.
O árbitro de vídeo, obviamente, não foi acionado. A matéria foi rejeitada em plenário.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget