PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

MP e Polícia prendem investigados na maior operação contra sonegação fiscal no Ceará

Procuradores do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), com o apoio das polícias Civil e Militar, deflagraram, na manhã desta terça-feira (16), a Operação Aluminium, que investiga crimes contra a ordem tributária no Ceará e também nos estados de Sergipe e São Paulo.
No Ceará, a operação cumpriu 15 mandados de prisão e 31 de busca e apreensão (Fortaleza, Juazeiro do Norte, Eusébio e Jaguaribe). Somente em Juazeiro do Norte, 10 pessoas foram presas. A ações também aconteceu nas cidades de Jaguaribe e Eusébio. O MPCE acredita que esta seja a maior operação contra sonegação fiscal já realizada no Ceará. 
Os envolvidos são ligados ao setor da indústria de transformação que trabalha com alumínio. Pelo menos 24 empresas fazem parte do esquema. Segundo o MP, 18 delas são de fachada, e outras quatro de capital fechado, servindo apenas para alimentar o esquema de sonegação. 
Os promotores investigam uma organização criminosa que atua em mais de 20 empresas, a maioria de fachada que, juntas, já teriam movimentado mais de R$ 5 bilhões entre 2014 e 2018. Somente uma delas, que seria a maior beneficiada no esquema, pode ter sonegado cerca de R$ 220 milhões no período. Os nomes das empresas não foram divulgados.
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget