PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



Região Norte: Dia e noite com risco iminente de tragédia

A chuva não dá trégua. O cenário se repete e se agrava. As águas que tanto foram pedidas pelo sertanejo até vieram. No entanto, elas expulsaram o quão as cidades cearenses não estão preparadas para uma quadra chuvosa que nem mesmo se apresenta, ainda, acima da média histórica.
Diversos municípios estão enfrentando graves problemas. Deslizamentos de encostas, casas submersas, famílias, desabrigadas, aulas suspensas e comunidades inteiras ilhadas, devido a destruição de rodovias. Em comum a todos esses problemas que acontecem de Norte a Sul do Estado: o desespero dos moradores atingidos. A região Norte sendo a mais impactada.
Técnicos da Defesa Civil do Ceará realizaram, durante toda esta quinta-feira, ações de monitoramento nas comunidades mais atingidas. 
Parte dos problemas enfrentados no interior cearense, advém das precárias estruturas das barragens particulares, isto é, que não são monitoradas pela Cogerh. No Ceará, estima-se que existam mais de 30 mil barragens. Somente 155 são monitoradas. A Agência Nacional de Águas (ANA), órgão que monitora a segurança destas barragens, informou que o órgão não foi acionado para atuar no Estado. 
A Defesa Civil do Estado não informou quantos homens foram deslocados para atuar na região Norte.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget