PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



Busca sobre o fim do Bolsa Família ganhou força no Google após fala de Guedes

“O Bolsa Família vai acabar?”. Buscas sobre fim do programa se espalham nas redes sociais, principalmente no Google, com fala de Paulo Guedes. Movimento ocorre um mês após o presidente Jair Bolsonaro anunciar a criação do pagamento de 13º salário às famílias beneficiárias do programa e em meio à crise na Educação, que gerou uma onda de manifestações pelo país nesta quarta (15).
Segundo levantamento feito pela Bites, consultoria especializada no monitoramento de plataformas digitais, houve um aumento nas buscas sobre a possibilidade de o governo encerrar o programa Bolsa Família.
Nos últimos sete dias, as consultas em ascensão eram: “o bolsa família vai acabar em 2019”, “bolsa família para em setembro” e “paulo guedes bolsa família”.
“A propagação desse assunto pode ser mais preocupante para o governo, porque envolve uma massa expressiva de quase 50 milhões de pessoas”, observa Manoel Fernandes, diretor da Bites. O movimento ocorre um mês após o presidente Jair Bolsonaro anunciar a criação do pagamento de 13º salário às famílias beneficiárias do programa.
O levantamento mostra que, em uma escala de 0 a 100, o interesse médio no Google para o Bolsa Família no Brasil ontem ficou em 45. Em dez estados, sendo nove na Região Nordeste, o número foi superior a 50, alcançando 100 no Ceará e 99 na Paraíba.
O gatilho da tendência foi disparado na terça-feira (14), dia em que o ministro Paulo Guedes (Economia) participou de audiência pública na CMO (Comissão Mista de Orçamento) do Congresso Nacional. Na ocasião, o ministro afirmou que, caso deputados e senadores não aprovem crédito suplementar de R$ 284 bilhões, o governo terá dificuldades em fechar as contas para pagamentos do INSS e de beneficiários do Bolsa Família.
“Não é o governo. O Congresso, ao não aprovar, travou. Porque se vocês não derem crédito, a despesa não pode ser feita. Então, o Congresso resolveu travar o Bolsa Família, travar o Plano Safra, travar os benefícios de prestação continuada, travar os pagamentos do INSS”, afirmou Guedes aos deputados.

Com informações do InfoMoney
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget