PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



Cortes de gastos do Estado podem atingir emendas parlamentares, diz Camilo a deputados

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, na manhã desta segunda-feira (27), em reunião com deputados estaduais da sua base de apoio na Assembleia, que o Estado vai promover corte de gastos na máquina pública. A redução de despesas pode impactar inclusive as emendas dos parlamentares ao Orçamento. 
O “pé no freio”, segundo Camilo Santana, ocorrerá por conta do cenário de incertezas na economia. O Executivo, diz ele, busca alternativas para aumentar a receita do Estado sem aumentar impostos e que os ajustes são necessários. Dos 46 deputados estaduais, 39 compareceram ao encontro desta manhã, que tem ainda a presença de todos os secretários estaduais do governo.  
“Ninguém sabe o que pode acontecer, por isso que a gente tem que puxar o freio e manter o Estado equilibrado. Já defini dentro do governo um percentual de gastos com investimentos, obras, PCF (Pacto de Cooperação Federativa - indicação dos deputados), prefeitos, (gastos) por ano, divididos por mês”, detalhou, incluindo as sugestões dos parlamentares que é o PCF.


Camilo disse ainda que o Estado não terá recursos suficientes para bancar todos os convênios celebrados neste ano com as prefeituras.
Durante a primeira parte da reunião, não foi dito aos deputados quais serão os percentuais de cortes. É através do PCF, firmado entre Governo e prefeituras, que os deputados indicam obras e projetos nos municípios cearenses. O valor anual é de até R$ 1 milhão para cada parlamentar. 
Esse programa é considerado importante pelos deputados por ser uma forma de garantirem recursos às bases eleitorais no Interior do Estado.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget