PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



Prefeito interino de Beberibe é afastado por 90 dias

O prefeito interino de Beberibe, Tharsio Facó (PPS), que estava no comando do município desde dezembro de 2018, quando o prefeito eleito, Padre Pedro da Cunha, foi afastado por improbidade administrativa, também terá que deixar o cargo. A Câmara Municipal aprovou, nesta terça-feira (14), por 10 votos a favor e dois contra, o afastamento do gestor por 90 dias, após abertura do processo de cassação contra ele. 
O gestor, que era o vice-prefeito de Padre Pedro Cunha, é alvo de uma denúncia de infrações político-administrativas, entre elas o suposto não fornecimento de transporte e merenda escolar, o que descumpriria a Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Com o afastamento de Thartsio, o presidente da Câmara, Eduardo Lima (PP), assume a Prefeitura de Beberibe.
Ainda de acordo com a denúncia, Tharsio Facó teria contratado por dispensa de licitação uma empresa que estaria impedida de celebrar contratos com o poder público por cinco anos, depois de ter sido condenada pelo município de Fortaleza pela não prestação de um serviço.

Gestão em crise
O afastamento do prefeito interino ocorre meses depois do prefeito eleito em 2016, Padre Pedro Cunha, também ter sido afastado pela Justiça por crimes de improbidade administrativa.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget