PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



Quixeramobim registra mais de mil tremores de terra em menos de dois meses

Cidade que indica o marco zero do Ceará, Quixeramobim passa por período pouco comum no Brasil. De acordo com a Rede Sismográfica Brasileira (RSBR), o município chegou a registrar 1.052 tremores de terra em menos de dois meses. Tal fenômeno é conhecido por “enxame sísmico” e a evolução de seus impactos é imprevisível.
Até o momento, o fenômeno não causou nenhum acidente grave, mas rachaduras e quedas de telhas foram percebidas na cidade. Os registros foram feitos entre 18 de março e a última quarta-feira, 1º de maio.
Diferentemente dos eventos “normais”, quando há um tremor principal e pré ou pós choques, os enxames sísmicos são caracterizados pela incidência de grande número de tremores em certo período de tempo, em uma única área. Segundo a RSBR, possíveis fatores que podem influenciar nessas manifestações são a reativação de falhas geológicas, a acumulação de pressão sob a superfície da Terra e a ruptura rochosas.
“Este é um momento de muita atenção, pois a atividade sísmica da região pode parar de repente ou gerar um terremoto de maior magnitude. Estamos atuando em colaboração com a Defesa Civil para esclarecer a população e instalamos, com o apoio da Prefeitura de Quixeramobim, novos links de internet nas estações para fortalecer as informações fornecidas pelo monitoramento", afirma o sismólogo Eduardo Menezes.
Em Quixeramobim, os picos da evolução da sismicidade foram assinalados em tremor de magnitude 2.9 na Escala Richter, em 20 de março; seguido por evento de 3.0, em 30 de março; e de 3.3, em 18 de abril. Este último também foi sentido nos municípios de Boa Viagem e Madalena. Na ocasião, moradores relataram ter ouvido forte estrondo no momento do abalo.
A Defesa Civil recomenda que, em situação de tremor de terra, a pessoa deve tentar manter a calma e não entrar em pânico. Se estiver dentro de casa, o ideal é que saia dela de maneira ordenada, sem correria. Para pessoas que moram em locais com recorrência de tremores, o ideal é construir uma casa cujo espaçamento entre as ripas seja igual ou inferior a 25 centímetros, para que as telhas fiquem firmes.

O POVO Online
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget