PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



Diretor de faculdade acusada de aplicar golpes em Hidrolândia presta depoimento

A Polícia Civil de Santa Quitéria continua investigando mais detalhes e dando seguimento a um inquérito aberto na semana passada, sobre golpes aplicados por um instituto de educação superior, após conceder 23 diplomas sem validade para estudantes de educação física, da cidade de Hidrolândia.
Na tarde desta quarta-feira (25), compareceu na Delegacia, o diretor do Instituto Formar (novo nome do Instituto de Formação Superior do Ceará), Oliveira Rodrigues Pereira, acompanhado de seu advogado, José Inácio Linhares.
Algumas das estudantes denunciantes também estiveram no local, e acompanharam o depoimento, que durou pouco mais de uma hora. Oliveira, que demonstrava nervosismo e insegurança a todo o tempo, saiu junto com José Inácio, sem falar com a imprensa.
Informações colhidas pelo A Voz de Santa Quitéria dão conta de que o diretor teria proposto às vítimas, resolver a situação dos diplomas junto à Faculdade de Educação Física de Barra Bonita, no interior de São Paulo, a mesma instituição que confirmou ao CREF5 que os alunos não estudaram lá, ratificando os golpes.
Ouvido pela reportagem, o advogado de defesa das vítimas, Emerson Mesquita, afirmou que as ações judiciais já foram movidas contra o Instituto, que também aplicou a mesma prática contra um curso de Serviço Social na mesma cidade, tendo, inclusive, já sido condenado a pagar quase R$ 30 mil por aluno.

Entenda o caso
Durante quatro anos, 23 jovens cursaram bacharelado em Educação Física pelo IFESC, tendo concluído em dezembro de 2017, colado grau em maio de 2018 e recebidos os diplomas em dezembro do mesmo ano, pela FAEFI (Faculdade de Educação Física de Barra Bonita).
Com o diploma em mãos, alguns deles buscaram o CREF5 (Conselho Regional de Educação Física da 5ª Região), com sede em Fortaleza, para emitir o seu registro profissional.
Para a surpresa dos formados, o diploma não foi aceito, haja vista que a FAEFI não possuía credenciamento do MEC para ensino a distância, além da confirmação feita pelo CREF5 junto à referida faculdade, de que os alunos não estudaram na instituição.
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget