PUBLICIDADE



Vaqueiro que assassinou universitária desafia as autoridades e segue foragido

Depois de 46 dias de fuga, o vaqueiro José Pereira da Costa, o “Zé do Valério”, continua desafiando o aparato da Segurança Pública cearense e prossegue sua luta para evitar a prisão ou um eventual confronto com a Polícia.  Neste período, já percorreu mais de 300 quilômetros, passando por seis Municípios, cruzando matagais, serrotes, riachos, rios e enfrentando a caatinga.
A última aparição do bandido teria ocorrido no fim de semana passado, na zona rural entre os Municípios de Independência e Crateús, onde tentou roubar  a motocicleta de uma mulher, mas não teve êxito. Disparou  tiros contra a vítima, que mais tarde relatou o seu desespero ao cruzar com o criminoso.
“Zé do Valério” é caçado pelas autoridades desde a manhã do dia 25 de abril último, quando o corpo da estudante universitária Daniele Oliveira da Silva, 20 anos, foi encontrado em um matagal às margens da estrada que liga a cidade de Pedra Branca à localidade de São Gonçalo, na zona rural daquele Município (a 285Km de Fortaleza). De acordo com a Polícia, Daniele foi raptada, estuprada e morta pelo vaqueiro.
No seu roteiro de fuga sertão adentro, o criminoso saiu de Pedra Branca e já passou pelos Municípios de Senador Pompeu, Quixeramobim, Boa Viagem, Independência e, por último, chegou a Crateús.  Sua intenção seria sair do Ceará e entrar no território do estado do Piauí.
Buscas terrestres e aéreas (com a utilização de helicópteros) já foram feitas desde o mês passado, mas o bandido não foi encontrado. Profundo conhecedor da mata, ele se esconde durante o dia e percorre dezenas de quilômetros à noite, quando tem a noite como sua aliada.

Fernando Ribeiro
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget