PUBLICIDADE



Mais de 2 mil casos de picadas de escorpião foram registrados desde janeiro no Ceará

Os escorpiões estão fazendo mais vítimas no Ceará. Do início do ano até agora, o Centro de Assistência Toxicológica do Instituto Doutor José Frota (Ceatox – IJF) já recebeu 2.031 casos de picadas de escorpião. Um aumento de 33% se comparado ao mesmo período do ano passado.
Sintomas mais graves como vômito, falta de ar e desmaio podem aparecer até seis horas após a picada do escorpião. Crianças de zero a nove anos estão no grupo de risco e não podem perder tempo no atendimento.
Segundo farmacêuticos, o escorpião mais perigoso no Estado é o da foto acima, amarelado e com uma linha preta em cima, fazendo mais vítimas que aranhas e cobras no Ceará.
A recomendação é sempre vasculhar os eventuais abrigos de escorpiões, como caixas de gordura, em esgotos e entulhos no quintal, e tentar reduzir o alimento deles, no caso, as baratas.
Em nota, o IJF ressalta que não enfrenta falta de soro e que tem um serviço para ajudar a tirar dúvidas quanto a picadas de escorpiões. Você pode enviar foto do animal e até da ferida provocada pela picada para o WhatsApp do Ceatox: (85) 9 8439-7494.

Tribuna do Ceará
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget