PUBLICIDADE



Após copo d'água na cara, vereador pede desculpas: "Eu não aguentei, sou ser humano"

Após o deplorável episódio na Câmara Municipal de Santa Quitéria, ocorrido na última sexta-feira (09), o vereador Lino Paiva, um dos envolvidos na confusão, utilizou os microfones do programa A Voz do Povo, da rádio SomZoom Sat, para se justificar e pedir desculpas a população quiteriense.
Um questionamento sobre o uso de carros oficiais licitados pela Casa acabou gerando um bate-boca entre Lino e o presidente Haroldo Martins. Lino partiu no rumo de Haroldo para atingi-lo com um copo d'água, mas que acabou acertando Miúdo, que estava ao lado.
De acordo com o vereador, ele teria pedido um carro para visitar e fiscalizar repartições públicas, quando o presidente passou a lhe atacar, chamando de "palhaço". "Eu sou ser humano, corro o sangue aqui, eu não aguentei, parti pra cima e pedi pra ele me respeitar", afirmou.
Paiva reforçou o que disse no plenário sobre Haroldo, quanto ao seu equilíbrio para conduzir as sessões. "Ele, em outros momentos, já chamou pessoas que estavam assistindo a sessão, de bosta; discutiu com Augaci, com Manjado, mandando em plena sessão ir tomar no .., falou palavrões e que a Câmara é dele", citou.

"Se pudesse, contratava um avião"
A afirmação é do próprio presidente da Casa, após a briga, durante uma reunião na Sala da Presidência, com a presença da maioria dos vereadores e do editor do A Voz de Santa Quitéria, Thiago Rodrigues. A discussão teve continuidade lá dentro, quando ele deixou bem claro que a lei permite o uso dos carros oficiais licitados e que se pudesse, contratava era um avião.
Nas alturas ou não, pouco mais de R$ 80 mil já foram pagos a uma só empresa para o aluguel de veículos ao legislativo quiteriense, segundo o Tribunal de Contas do Estado.
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget