PUBLICIDADE



Novo reitor acolhe ‘Future-se’, programa rejeitado por representantes da UFC

Oficialmente empossado reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), há 8 dias, o advogado Cândido Albuquerque, até ontem ainda não havia conseguindo despachar do prédio da reitoria da instituição, no Benfica, em Fortaleza. O reitor segue trabalhando em diversas unidades da UFC e prefere não revelar por quais departamento passou nesses dias de itinerância.
A posse de Cândido segue sendo alvo de protestos de grupos de estudantes e professores, que manifestam-se contra a escolha, pois o presidente Jair Bolsonaro quebrou a tradição de nomear o candidato de preferência da comunidade acadêmica. A posse de Cândido foi a segunda da história da UFC a contrariar a consulta pública feita a estudantes, professores e servidores. 
Em uma entrevista realizada na quarta-feira (28), em um dos departamentos da UFC, Cândido, embora questionado, não detalhou programas e projetos a serem desenvolvidos na instituição nos próximos anos. Bem como não aprofundou os dilemas da falta de verba para financiamento. Apesar disso, ressaltou que o rumo é a inovação e tecnologia e reiterou sua aposta firme em pesquisa para elevar a UFC à lista das 200 melhores universidades do mundo.
Além disso, embora a UFC, por meio do Conselho Universitário (Consuni) já tenha rejeitado o Future-se – programa do Governo Federal que, dentre outros pontos, cria um fundo de recursos privados para o financiamento das universidades do País –, Cândido ressaltou que o programa está “em concepção e não é possível alguém ser contra ou a favor”.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget