PUBLICIDADE



Assessor do deputado Júnior Mano é preso em escândalo na Câmara de Maracanaú

O motorista Francisco Lima Sampaio, conhecido por Tio Maneco, foi uma das pessoas presas na operação do Ministério Público do Estado do Ceará e da Polícia Civil na Câmara de Maracanaú. Além dele, o presidente da Casa, Carlos Alberto (DEM), e a sogra do vereador foram presos. A ação aconteceu ontem (10).
O MPCE e a Civil investigam corrupção e desvio de dinheiro. Tio Maneco não trabalhava apenas em Maracanaú. Ele era lotado no gabinete do deputado federal Júnior Mano (PL-CE) como assessor SP16, embolsando R$ 7.509,50.
Nos bastidores de Maracanaú, sabe-se que Tio Maneco é laranja de Carlos Alberto, por isso foi preso.
Após o escândalo, o deputado Júnior Mano exonerou de seu gabinete Maneco, indicação do então aliado político Carlos Alberto. O vereador é suspeito de montar laranjal na Câmara de Maracanaú.

CN7
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget