PUBLICIDADE



Hackers sob suspeita de guardarem mensagens do Telegram de Cid para fazer chantagem

O senador Cid Gomes (PDT-CE) é um dos políticos que teve o celular atacado pelos mesmos hackers que vazaram conversas entre o então juiz Sergio Moro e o procurador da República Deltan Dallagnol sobre a Lava Jato. Hoje (27), a revista Crusoé traz que um dos hackers envolvido no esquema teria guardado parte das mensagens roubadas. Entre elas pode estar as do FG.

Segundo matéria de O Globo, o celular de Cid foi atacado seis vezes.

O relatório da perícia da Polícia Federal registrou a quantidade de vezes em que os hackers utilizaram a técnica de usar um aplicativo para simular uma ligação com mesmo número de origem e de destino. Por meio dessa técnica, os hackers conseguiam invadir a caixa postal dos celulares e obter a senha de acesso ao Telegram, para entrar no aplicativo e ter acesso às conversas mantidas pelo alvo.

A perícia ainda não identificou de quais alvos os hackers conseguiram efetivamente copiar conteúdo ou efetivamente entrar no Telegram.
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget