PUBLICIDADE



Segunda novena de São Francisco em Canindé tem “Lula livre” e críticas ao governo Bolsonaro

A segunda noite de novena de São Francisco, realizada na noite desta quinta-feira (26) em Canindé, foi marcada por polêmicas e atos políticos.

Membros do Movimento Sem Terra (MST) participavam da novena dedicada a eles, quando usaram o espaço religioso e celebrativo para gritar “Lula Livre”. Também havia participantes vestindo camisas com a imagem de Lula. A leitura da palavra do senhor, foi feita por um vereador petista.

As apresentações foram marcadas por críticas diretas ao governo do presidente Jair Bolsonaro. Houve ainda manifestações relacionadas a morte da vereadora do PSOL, Marielle Franco, assassinada a tiros no Rio de Janeiro, e da menina Ágatha Félix, de 8 anos, morta por bala perdida no Rio.

A assessoria do Santuário adiantou que também foram pegos de surpresa e se pronunciará oficialmente sobre o ocorrido.

O assunto passou a ser o mais comentado nas redes sociais na noite de hoje e houve críticas e revolta de fiéis.


Outro caso
No dia 16 de setembro do ano passado, durante uma celebração eucarística, na Quadra da Gruta uma pessoa que não foi identificada, usou o microfone e fez um convite para participar da manifestação Lula Livre. A reação do público foi imediata, logo dezenas de pessoas gritaram o nome do candidato, à época, à Presidência, Jair Bolsonaro, do PSL e a palavra “mito”, uma referência clara ao candidato. Um dia depois o Santuário e a Arquidiocese de Fortaleza repudiaram o ato e negaram ter sido conveniente com a manifestação política.

Canindé Online
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget