PUBLICIDADE



“Tenho vergonha de dizer que sou de esquerda”, afirma Cid Gomes

O senador Cid Gomes afirmou que sente vergonha de dizer que é partidário de esquerda. Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, Cid declarou que o PT é o culpado pelo fato de ter passado “uma ideia para a população de que esquerda é o vale-tudo, pode meter a mão, pode fazer o que quiser sem o mínimo de moral e ética”.
“Tenho uma queixa que vou levar pro resto da vida, ou até que eu deixe de ter vergonha de dizer que sou de esquerda. Eu, hoje, tenho vergonha de dizer que sou de esquerda”, disse.
Também falou de Bolsonaro dos posicionamentos do presidente Jair Bolsonaro. “Bolsonaro faz tudo errado. Um presidente que queira se impor como autoridade legitimada, passada a campanha, não deveria ficar aprofundando dissensos e controvérsias. Ele deveria se esforçar para ser o presidente do conjunto da população brasileira”, ressaltou.
Cid não poupou críticas ao ministro da Justiça, Sergio Moro. “Quem muito quer muito arrisca e muito perde. Ele, pelo visto, é ganancioso, não tem nada de magistrado, é um político, tem pretensões, vaidades políticas. Agora, está no mundo da política. Bolsonaro vai querer mandar na Polícia Federal e imagino que ele não vá aceitar isso. Vão brigar. Aí o Doria chama para ir para lá, para São Paulo. Enfim, vai virar mais um político”, destacou.

Focus.jor
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget