PUBLICIDADE



Agricultor morto durante ação do Batalhão de Divisas foi sepultado sob forte clamor social em Tamboril

Sob forme clamor social, o sepultamento do agricultor Francisco de Paula Alves de Sousa, mais conhecido como “Paulo Preto”, 50 anos, aconteceu no final da tarde deste domingo (07). Uma carreata realizada por amigos, familiares e moradores de várias partes do município, acompanharam o translado do corpo que estava sendo velado no Assentamento São Manoel, na zona rural de Tamboril, até a Igreja Matriz na sede do município.

Por onde o cortejo passava, moradores aguardavam na calçada de suas casas, para prestar homenagens e dar o último adeus, ao agricultor morto durante ação do Batalhão de Dívidas em sua residência, ocorrido na madrugada da sexta-feira, 03 de outubro.

Autoridades do município, pessoas dos mais diversos segmentos, acompanharam o corpo depois da celebração da igreja até o cemitério. Não se tem informação sobre um enterro com tanta gente como foi o de Paulo. Um homem simples, humilde e trabalhador, que construiu ao longo de sua vida, muitos amigos.

Um misto de dor. Sentimento de injustiça e saudade tomou conta da família, que não aceita a versão dada pelo comando do policiamento, que esteve na residência do agricultor onde tudo aconteceu.

Amante do futebol, o agricultor era um dos incentivadores do esporte na região onde morava. Ele foi homenageado por desportistas do município. A música "Uma partida de futebol", do grupo mineiro Skank, chegou a tocar quando o corpo seguia pro cemitério.

Manuel Sales
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget