PUBLICIDADE



Cid sugere morte política de deputado, que promete levá-lo ao Conselho de Ética

O senador Cid Gomes (PDT-CE), em entrevista ao Estadão desta quinta-feira (3), não baixou a guarda e continuou atacando o deputado federal Arthur Lira (PP-CE), a quem ele chamou de projeto do futuro Eduardo Cunha. “Esse é o caso desses caras, a gente tem de matar ou denunciar no começo, antes de virar presidente da Câmara”.

Segundo o FG, Arthur é “achacador” que cobra propina no debate da proposta que definiu critérios para distribuição do dinheiro do megaleilão do petróleo, marcado para novembro. “Esse benefício está precificado, eles deram nome: é 5% do bônus de assinatura, retirado de estados ou de estados e municípios, para dar ao quarto ente federativo, que são essas figuras”.

Em tempo
O deputado Arthur Lira não deixou o ataque de Cid barato e partiu para cima. “Quando ele fala ‘achacador’, foi ao extremo da ignorância, da irresponsabilidade, então, não vou polemizar. Justiça nele, Conselho de Ética nele e Supremo. Todos os líderes vão entrar com processo contra ele. Foram levianas (as declarações). Aqui, a gente conversa, dialoga, coisa que ele não é acostumado a fazer no Ceará há muito tempo”.

Em tempo II
E Lira falou mais. “Ele não vai ganhar luz em Brasília nas minhas costas. Brasília não é o quartel do Ceará que eles comandam a mão de ferro há 20 anos”.
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget