PUBLICIDADE



Exploração de Itataia pode ganhar mais um reforço: os chineses

A recente visita do presidente Jair Bolsonaro à China também serviu para aquecer o setor nuclear brasileiro, em que cita-se também a exploração da usina de Itataia, em Santa Quitéria. As recentes investidas do Governo Federal para começar as operações até 2025 despertou bem a atenção dos chineses, que avaliam uma parceria quanto a entrada de capital estrangeiro no setor. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

O projeto Santa Quitéria - urânio e fosfato -, atualmente é formado pelo consórcio entre Indústrias Nucleares do Brasil (INB) e a empresa privada Galvani. Além do urânio, os estrangeiros também ficaram curiosos quanto aos outros minérios acoplados nas reservas e comercialmente viável, haja vista que a estatal não tem condições de investir.

Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia, é um dos fortes defensores da quebra do monopólio do urânio, proposta que teria que passar por mudança constitucional e já tem buscado saídas neste sentido.

Com Itataia e outras jazidas em pleno vapor, a energia nuclear, que representa atuais 8% da matriz energética do país, deve disparar para 25%.
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget