PUBLICIDADE

Eleitores reclamam de venda de senha e tumultos são registrados no último dia da biometria

A manhã do último dia de cadastramento biométrico do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em Fortaleza, nesta sexta-feira (29) foi marcada por longas filas, formadas em três pontos da Capital, o que gerou confusão e tumultos. 

Na Central Vapt-Vupt do Bairro Antônio Bezerra, a fila começou de madrugada e se estendeu por quatro quarteirões. Algumas pessoas que estavam na fila tentaram vender a vaga e vários eleitores ficaram revoltados. A administração da Central do Vapt-Vupt chamou uma equipe da Polícia Militar para controlar os ânimos dos eleitores. 

A entrega de fichas começou por volta das 7h. Depois de 30 minutos, as fichas acabaram. Quem estava em busca de atendimento e não conseguiu a ficha foi obrigado a retornar para casa.  

No Parque das Crianças, no Centro de Fortaleza, mais confusão. Como ocorreu no bairro Antônio Bezerra, eleitores denunciaram a comercialização de senhas de atendimento para o cadastramento da biometria. Um tumulto iniciou e durante uma briga, uma pessoa foi agredida e caiu no chão.

Sobre a venda de senhas nas filas, o TRE-CE já havia destacado que a Justiça Eleitoral  "não compactua com esses casos e já tem repassado as denúncias aos órgãos de segurança, a quem compete coibir essa prática". De acordo com o órgão, os postos de atendimento estão com reforço na segurança. Na última quarta-feira, dois homens foram autuados no Centro de Eventos por supostas negociações de lugares na fila.

A grande demanda de eleitores também gerou longas filas no Centro de Eventos, no Bairro Edson Queiroz. A fila de eleitores começou a se formar ainda na madrugada de sexta-feira e chega a dar duas voltas em torno do local. Apesar da lotação, o clima é considerado normal pelo TRE-CE.

Desde o dia 11 de novembro, o TRE-CE realiza um mutirão para o cadastro biométrico de eleitores para o pleito de outubro de 2019.  Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), 409 mil eleitores da cidade ainda não fizeram o processo de cadastramento da digital.  Os eleitores que não fizerem o recadastramento biométrico até o prazo estabelecido pelo TRE-CE terão o título cancelado.

Dessa forma, não poderão votar nas eleições de 2020. Além disso, será privado de emitir ou renovar passaporte; de receber salário, caso seja servidor público; de fazer empréstimo em bancos públicos; de tomar posse em cargo público e terá dificuldade para receber benefícios sociais.

Para realizar a biometria é necessário levar apenas um documento com foto e um comprovante de endereço. Mais informações sobre o recadastramento biométrico, o eleitor poderá ligar para o telefone 148 ou acessar o link na página do TRE-CE na internet.

Diário do Nordeste
Tags
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget