PUBLICIDADE



Estudante de Medicina é investigado por se passar de médico e atender pacientes em hospitais do Ceará

A conduta de um estudante de Medicina virou alvo de investigação policial desde a semana passada. Cursando o terceiro semestre da graduação, Lucas Félix, de 31 anos, é acusado de atender pacientes ilegalmente em pelo menos três municípios do interior do Ceará: Aratuba, Baturité e Guaramiranga. Segundo as denúncias, o estudante cobria plantões de médicos contratados e convidava colegas de turma para acompanhar sua rotina nas unidades de saúde.

Questionada sobre a investigação policial, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou que foi instaurado inquérito policial na Delegacia Municipal de Guaramiranga para apurar denúncias relacionadas à prática ilegal da Medicina em cidades pertencentes à Área Integrada de Segurança 15 (AIS 15), e que teria como suspeitos estudantes de uma universidade situada em Fortaleza.

Caso seja comprovada a sua responsabilidade no caso, Lucas poderá ser condenado a pena de 6 meses meses a 2 anos de prisão, por exercer a Medicina sem autorização dos órgãos competentes. 

O Conselho Regional de Medicina (CRM) deve apurar o caso na área administrativa, para saber se médicos e outros profissionais da área sabiam da atuação de Lucas. 
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget