Fundação Palmares: 'cultura tem de estar de acordo com maioria', diz Bolsonaro

Fundação Palmares: 'cultura tem de estar de acordo com maioria', diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro defendeu que a cultura do País tem de estar "de acordo com a maioria da população, não de acordo com a minoria". Ele fez a afirmação ao ser questionado sobre declarações polêmicas do novo presidente da Fundação Palmares, Sergio Nascimento de Camargo, que afirmou que a escravidão foi "benéfica para os descendentes".

Na entrevista, Bolsonaro voltou a se esquivar sobre declarar se concorda ou não com as bandeiras defendidas pelo novo chefe da fundação e atribuiu ao secretário especial de Cultura, Roberto Alvim, a responsabilidade pela nomeação de Camargo.

"O secretário é um tal de Roberto Alvim. Dei carta branca para ele. A cultura nossa tem de estar de acordo com a maioria da população, não de acordo com a minoria. Ponto final. Ele que decide", disse Bolsonaro.

O presidente afirmou que recebe semanalmente Alvim para despachar. "Só vou responder algo sobre o novo presidente da Palmares depois de ouvi-lo", disse.

Estadão Conteúdo