PUBLICIDADE



Polícia Federal prende em São Paulo acusado de matar no Ceará dois chefes do PCC

Policiais federais prenderam nesta quinta-feira (31) na Praia Grande, no litoral paulista, um bandido foragido do Ceará e apontado como envolvido na morte de dois traficantes de drogas que integravam a liderança da facção criminosa PCC no Brasil. André Luís da Costa Lopes, o “André da Baixada”, é acusado de ter assassinado, em fevereiro do ano passado, os traficantes Rogério Jeremias de Simone, o “Gegê do Mangue”; e Fabiano Alves de Sousa, o “Paca”.

O crime ocorreu na tarde do dia 15 de fevereiro de 2018 numa reserva indígena conhecida como “Lagoa da Encantada”, no Município de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). “Gegê do Mangue” e “Paca” foram levados de helicóptero para o local e mortos, cada um, com um tiro de pistola no rosto, como determina o PCC para bandidos considerados traidores da organização criminosa.

De acordo com as investigações realizadas pela Polícia Civil cearense, “André da Baixada” foi o homem que apertou o gatilho, matando os dois traficantes  por ordem de outro bandido, o traficante Gilberto Aparecido dos Santos, o “Fuminho”, um dos principais importadores de drogas em países como Bolívia e Colômbia,  e amigo pessoal do “Número Um” do PCC, o narcotraficante Marco William Herbas Camacho, o “Marcola”.

Segundo a PF, em nota à Imprensa divulgada na noite desta quinta-feira (31), a prisão de “André da Baixada” aconteceu numa operação conjunta da superintendência da PF no Ceará, PF de São Paulo e a equipe da corporação de plantão no aeroporto de Viracopos (SP). Contra o acusado havia um mandado de prisão preventiva decretada pela Comarca de Aquiraz (CE).

Fernando Ribeiro
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget