Sete em cada dez brasileiros já acreditaram em 'fake news' sobre vacina, diz estudo

Sete em cada dez brasileiros já acreditaram em 'fake news' sobre vacina, diz estudo

Um estudo inédito conseguiu mapear o alcance das "fake news" sobre vacinas e quem estaria por trás disso, conforme mostra reportagem do " Fantástico " deste domingo. Segundo a pesquisa, encomendada ao Ibope pela Avaaz, ONG de mobilização social, e pela Sociedade Brasileira de Imunizações, sete em cada dez brasileiros ouvidos afirmaram que já acreditaram em pelo menos uma notícia falsa sobre vacina.

O levantamento aponta ainda que 57% dos que não se vacinaram citaram um motivo relacionado à desinformação. E quase metade (48%) dos 2.002 entrevistados pelo país falaram que têm as redes sociais e os aplicativos como uma das principais fontes de informação sobre vacina.

A pesquisa analisou 30 "fake news" que circulam no Brasil, com conteúdos a exemplo de "o governo usa vacina como método de esterilização" e "vacinas podem sobrecarregar o sistema imunológico das crianças".

O Ministério da Saúde informa que recebe pelo número de Whatsapp (61) 99289-4640 pedidos de checagem de informações. A pasta diz já ter identificado 13,8 mil mensagens com conteúdo falso, e o resultado da checagem é publicado no site.

Enquanto isso, os números da cobertura vacinal no Brasil estão abaixo da meta de 95%, taxa ideal para a maioria das vacinas.

O Globo