PUBLICIDADE



Torcida do Ceará é citada em súmula por quebra de cadeiras; clube pode ser punido

A confusão entre alguns torcedores do Ceará após a derrota do clube para o Fortaleza, na noite deste domingo (10), que culminou em reação policial e posterior quebra-quebra de cadeiras da Arena Castelão, promete ter consequências.

O árbitro do jogo, Sr. Flávio Rodrigues de Souza, relatou na súmula da partida o fato ocorrido na Arena Castelão e foi específico ao identificar a torcida do Ceará no conflito. "Após o término da partida, a torcida do ceará s.c (sic) entrou em confronto contra a torcida adversária e policiamento, arremessando cadeiras e objetos contra ambos".

As forças de segurança conseguiram conter parte dos manifestantes com tiros de borracha e uma postura mais ostensiva. Durante a confusão, o Corpo de Bombeiros e paramédicos fizeram o resgate de crianças e ainda atenderam uma mulher que havia desmaiado.


Ainda durante a partida, quando o Vovô já era derrotado, um torcedor invadiu o campo e correu em direção ao técnico Adilson Batista para cobrar melhor desempenho antes de ser detido pelos seguranças.

Com base no Código Brasileiro de Justiça Desportiva, o Ceará, mesmo sendo visitante, pode ser denunciado e consequentemente punido. Segundo o promotor de Justiça André Araújo Barbosa, coordenador em exercício do Nudtor (Núcleo de Defesa do Torcedor) do Ministério Público do Estado do Ceará (MP-CE), o fato é passível de punição, mesmo o clube não sendo o mandante do jogo.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget