PUBLICIDADE



Um mês após a tragédia, muros do Edifício Andrea são coloridos em homenagem a vítimas e bombeiros

Na memória, o espaço que a dor ocupa pode ser suavizado com homenagem. Com isso em mente, o tatuador e grafiteiro Edinardo Lucas, de 38 anos, responsável pelo Coletivo Lápis de Lata, resolveu homenagear as vítimas do Edifício Andrea, que desabou no dia 15 de outubro no Bairro Dionísio Torres, em Fortaleza, causando a morte de nove pessoas. Com frases e desenhos feitos nos muros erguidos ao redor de onde estava o prédio, familiares e moradores observaram o local ganhar um colorido especial neste último fim de semana.

A intervenção começou no sábado (16), com a pintura do muro de azul e, no dia seguinte, foram escritos os nomes das vítimas que morreram no desabamento e desenhados pombos, flores, um bombeiro com asas e versículos bíblicos.


Para a homenagem, em que também foram lembrados os bombeiros que se dedicaram por 103 horas até a conclusão dos trabalhos de resgate das vítimas, o próprio artista comprou o material e convidou dois amigos. “Andando no meu carro, resolvi passar pelo local e vi que a Prefeitura tinha feito um muro, só que estava cinza. Aí foi quando eu decidi fazer uma mensagem de conforto para os familiares porque no local ficou aquela tristeza", revela Edinardo sobre o que lhe motivou.

O artista conta que, na ação, esteve presente a familiar de uma das vítimas. “No momento em que ela foi (ao local) ela começou a orar e chorar. Eu vi que realmente a minha ideia estava tendo efeito e mexeu com alguém. É isso o que vale”, conta.

G1 CE
Cadernos:
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget