PUBLICIDADE

70% dos alunos cearenses gostariam de ter orientação com psicólogos, aponta pesquisa

No Ceará, 70% dos estudantes da educação básica consideram “importante” ter psicólogos nas escolas para atendimento especializado. A indicação é da pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção, realizada neste ano pela Porvir com 756 alunos cearenses - 97% na faixa etária de 15 a 21 anos.

Do total, 38% também defenderam a presença de orientadores vocacionais nas unidades de ensino e, 24%, de assistentes sociais. “Além do professor, estudantes podem ter a necessidade de ampliar a equipe de profissionais da educação para se sentir mais acolhidos em suas demandas e individualidades”, explica o Porvir.

Somente 30 psicólogos educacionais estão distribuídos nas 20 Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Crede) e nas três Superintendências das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor), segundo a Secretaria Estadual da Educação (Seduc). O desafio é gigante: são cerca de 423 mil estudantes distribuídos em 728 instituições em todo o Estado.

A Seduc informou que os profissionais dão suporte a equipes técnicas das escolas em frentes pedagógicas que reforçam o desenvolvimento das “Competências Socioemocionais”, como “autogestão, amabilidade, engajamento com o outro, resiliência emocional e abertura ao novo”. Eles também auxiliam nos encaminhamentos de estudantes à rede de apoio psicossocial, “quando necessário”.

G1 CE
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget